26.3.06

De repente, eleições
Terça-feira é dia de eleições em Israel. Vai ser feriado e entre 7h e 22h os israelenses poderão votar em um dos mais de trinta partidos que existem por aqui. As pesquisas indicam que o Kadima, criado no fim do ano passado pelo primeiro-ministro Ariel Sharon, terá mais cadeiras na Knesset, o parlamento israelense.

Amanhã cedo vou falar na RFI a respeito das eleições e dos maiores partidos - além do Kadima ("adiante"), o Likud e o Avodá (partido trabalhista), respectivamente à esquerda e à direita da legenda centrista de Sharon (cujo desaparecimento do cenário político levou Ehud Olmert a ocupar o cargo de primeiro-ministro e de candidato). Até lá, deixo aqui um excelente guia a respeito das votações.

Um comentário:

Nena disse...

Haha!

To ouvindo a notícia sobre as eleições bem agora aqui no GloboNews!

Beijos